Os 100 Melhores Livros De Todos Os Tempos

Conheça a lista com Os 100 Melhores Livros de Todos os Tempos. Livros incríveis para a vida toda!

100 Melhores Livros de 1 à 10
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
1. Ulysses (1922)



O mais importante livro de James Joyce, agora com nova arte de capa. Esta edição de Ulisses conta também com a célebre e pioneira tradução de Antonio Houaiss, além de um inédito Guia de leitura preparado por Ricardo Lísias.
LIVRO ULYSSES (1922)

2. Em Busca do Tempo Perdido (1913-1927)



Em busca do tempo perdido é uma das maiores criações da literatura mundial. Dividida em sete livros, a obra-prima de Marcel Proust foi publicada entre 1913 e 1927.
LIVRO EM BUSCA DO TEMPO PERDIDO

3. Cem Anos de Solidão (1967)



Neste clássico de Gabriel García Marques, conheça as fabulosas aventuras dos Buendía-Iguarán, com seus milagres, fantasias e dramas que representam famílias do mundo inteiro. Romance fundamental na história da literatura.
LIVRO CEM ANOS DE SOLIDÃO

4. Dom Quixote (1605)



O clássico fundador do romance moderno em nova tradução de Ernani Ssó, com introdução do acadêmico britânico John Rutherford e posfácios de Ricardo Piglia e Jorge Luis Borges.
LIVRO DOM QUIXOTE

5. Moby Dick (1851)



O narrador da história é Ismael, um jovem com experiência na marinha mercante, que decide que sua próxima viagem será em um navio baleeiro. Igualmente se convence de que deve ir a Nantucket, Massachussets, ilha famosa por sua indústria baleeira.
LIVRO MOBY-DICK

6. O Grande Gatsby (1925)



Nos tempos de Jay Gatsby, o jazz é a música do momento, a riqueza parece estar em toda parte, o gim é a bebida nacional (apesar da lei seca). O protagonista deste romance é um generoso e misterioso anfitrião que abre a sua luxuosa mansão às festas mais extravagantes.
LIVRO O GRANDE GATSBY

7. Lolita (1955)



Polêmico, irônico e tocante, este romance narra o amor obsessivo de Humbert Humbert, um cínico intelectual de meia-idade, por Dolores Haze, Lolita, 12 anos, uma ninfeta que inflama suas loucuras e seus desejos mais agudos.

LIVRO LOLITA

8. Guerra e Paz (1865)



Ao acompanhar o percurso de cinco famílias aristocráticas russas no período de 1805 a 1820, Tolstói narra a marcha das tropas napoleônicas e seu impacto brutal sobre a vida de centenas de personagens.
LIVRO GUERRA E PAZ

9. Hamlet (1609), de William Shakespeare



Raros sao os textos literarios que reunem tamanha complexidade na abordagem das relacoes humanas como os escritos por Shakespeare 1564-1616, em geral, e com Hamlet em particular.
LIVRO HAMLET

10. O Alquimista

Combinando espiritualidade, sabedoria e misticismo, O alquimista é uma inspiradora e emocionante história de autodescoberta que vem transformando a vida de milhões de leitores ao redor do mundo há mais de trinta anos.
LIVRO O ALQUIMISTA

100 Melhores Livros de 11 à 20
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

11. O Apanhador no Campo de Centeio (1945)
Um dos romances mais revolucionários do século XX, O apanhador no campo de centeio é a representação definitiva da juventude na literatura. Com mais de 70 milhões de cópias vendidas desde seu lançamento em 1951.
LIVRO O APANHADOR NO CAMPO DE CENTEIO

12. Os Irmãos Karamazov (1880)
Último romance de Fiódor Dostoiévski, Os irmãos Karamázov (1880) representa uma síntese magistral dos vários temas que perseguiram o autor ao longo de sua vida e o ponto culminante de toda a sua obra. Reconhecido como um dos grandes feitos literários de todos os tempos.

13. A Odisseia
A Odisseia é consagrada ao retorno do rei Ulisses ou Odisseu , que durante dez anos enfrentou perigos na terra e no mar até conseguir chegar ao reino de Ítaca.
LIVRO A ODISSEIA

14. Madame Bovary (1856)
Emma Bovary é uma leitora ávida. Criada no campo e educada em um convento, nutre sonhos ambiciosos, inspirados pela burguesia e romance dos livros.
LIVRO MADAME BOVARY

15 . Crime e Castigo (1866)
Crime e castigo é um daqueles romances universais que, concebidos no decorrer do romântico século XIX, abriram caminhos ao trágico realismo literário dos tempos modernos.
LIVRO CRIME E CASTIGO

16. Divina Comédia (1472)
A divina comédia', obra de Dante Alighieri (1265-1321), fundadora da literatura de língua italiana e completo compêndio sobre a civilização medieval, ganha uma nova e fluente tradução em prosa para o português brasileiro.

17. Orgulho e Preconceito (1812)
Orgulho e preconceito é o livro mais famoso de Jane Austen e possui uma série de personagens inesquecíveis e um enredo memorável.
LIVRO ORGULHO E PRECONCEITO

18. As Aventuras de Huckleberry Finn (1884)
As Aventuras de Huckleberry Finn é um dos grandes clássicos da literatura americana. O romance foi publicado pelo escritor norte-americano Mark Twain em 1884.

19. O Morro dos Ventos Uivantes (1847)
Único romance da escritora inglesa Emily Bronte, O morro dos ventos uivantes retrata uma trágica historia de amor e obsessão em que os personagens principais são a obstinada e geniosa Catherine Earnshaw e seu irmão adotivo, Heathcliff.

20. Alice no País das Maravilhas (1865)
Ao cair num buraco que dá acesso ao País das Maravilhas, Alice viverá uma realidade complexa e enigmática. Mais que isso, Alice vai trilhar um caminho fantástico, num mundo que mais parece um sonho de fábula.
LIVRO ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS

100 Melhores Livros de 21 à 30
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

21. O Som e A Fúria (1929)
O som e a fúria, de 1929, é considerada a obra mais importante do escritor norte-americano ganhador do prêmio Nobel de Literatura em 1949.

22. Grande sertão: veredas
Publicado originalmente em 1956, Grande sertão: veredas, de João Guimarães Rosa, revolucionou o cânone brasileiro e segue despertando o interesse de renovadas gerações de leitores.
LIVRO GRANDE SERTÃO: VEREDAS

23. 1984 (1949)
1984 é um dos mais importantes romances de ficção científica do século XX. 

24. Anna Karenina (1877)
Publicado originalmente em forma de fascículos entre 1875 e 1877, antes de finalmente ganhar corpo de livro em 1877, Anna Kariênina continua a causar espanto. 

25. Ao Farol (1927)
Publicado em 1927, quando já era uma crítica respeitada, Ao farol dá sequência à tríade experimental iniciada com Mrs. Dalloway (1925) e concluída com As ondas (1931). Trata-se de um romance rico e multifacetado.

26. Ardil-22 (1961)
Ambientado na Segunda Guerra Mundial, este clássico antibelicista e satírico consagrou Joseph Heller no meio literário.

27. Ilíada, de Homero
Livro fundador da literatura ocidental que narra a tragédia de Aquiles e a Guerra de Troia em uma nova tradução do helenista português Frederico Lourenço.

28. O Coração das Trevas (1902)
Em Coração das trevas - um dos grandes clássicos da literatura do século XX; O leitor acompanha a viagem do protagonista Marlow pelos meandros da selva africana.

29. As Vinhas da Ira (1939)
As vinhas da ira representa o confronto entre indivíduo e sociedade, através da epopeia da família Joad, expulsa pela seca dos campos de algodão de Oklahoma, para tentar a sobrevivência como boias-frias nas plantações de frutas do Vale de Salinas, na Califórnia

30. Homem Invisível (1952)
O homem invisível é a história de um jovem negro que sai do sul racista dos Estados Unidos e vai para o Harlem, em Nova York, nos primeiros anos do século XX.

100 Melhores Livros de 31 à 40
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

31. O Sol é Para Todos (1960), de Harper Lee


33. Grandes esperanças, Charles Dickens

34. Amada (1987), de Toni Morrison

35. O Estrangeiro (1942), de Albert Camus

36. Jane Eyre (1847), de Charlotte Brontë

37. As Mil e Uma Noites (Contos da Índia, Irã, Iraque e Egito)

38. O Processo (1925), de Franz Kafka

39. O Vermelho e o Negro (1830), de Stendhal

40. Mrs Dalloway (1925), de Virginia Woolf

100 Melhores Livros de 41 à 50
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

41. Contos de Anton Chekhov, de Anton Tchekhov

42. O Sol Também se Levanta (1926), de Ernest Hemingway

43. David Copperfield (1850), de Charles Dickens


45. Os Filhos da Meia-Noite (1981), Salman Rushdie

46. Ficções (1944), de Jorge Luis Borges


48. Folhas de Relva (1855), Walt Whitman

49. Eneida (19 a.C.), de Virgílio


100 Melhores Livros de 51 à 60
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

51. O Senhor dos Anéis (1954), de J. R. R. Tolkien

52. Os Miseráveis (1862), de Victor Hugo

53. A Montanha Mágica (1924), de Thomas Mann

54. Uma Passagem Para a Índia (1924), de Edward Morgan Foster

55. O Velho e o Mar (1952), de Ernest Hemingway

56. O Mundo se Despedaça (1958), de Chinua Achebe

57. Por Quem os Sinos Dobram (1940), de Ernest Hemingway


59. Retrato de Uma Senhora (1881), de Henry James

60. Fogo Pálido (1962), de Vladimir Nabokov

100 Melhores Livros de 61 à 70
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

61. O Idiota (1869), de Fiódor Dostoiévski

62. Enquanto Agonizo (1930), de William Faulkner

63. Édipo Rei (427 a.C.), de Sófocles

64. A Cor Púrpura (1982), Alice Walker

65. E O Vento Levou (1936), de Margaret Mitchell

66. O Senhor das Moscas (1954), de William Golding

67. Admirável Mundo Novo (1932), de Aldous Huxley


69. Emma (1815), de Jane Austen

70. A Época da Inocência (1920), Edith Wharton

100 Melhores Livros de 71 à 80
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

71. Almas Mortas (1842), de Nikolai Gogol


73. O Bom Soldado (1915), de Ford Madox Ford

74. A Revolução dos Bichos (1945), de George Orwell

75. Os Contos da Cantuária (1932), de Geoffrey Chaucer

76. A Metamorfose (1915), de Franz Kafka

77. Frankenstein (1823), de Mary Shelley

78. Feira das Vaidades (1847), de William Makepeace Thackeray

79. À Sombra do Vulcão (1947), de Malcolm Lowry

80. A Terra Inútil (1922), de T. S. Eliot

100 Melhores Livros de 81 à 90
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

81. Adeus às Armas (1929), de Ernest Hemingway

82. Journey to the End of the Night (1932), de Louis-Ferdinand Céline

83. O Castelo (1926), de Franz Kafka

84. A Educação Sentimental (1869), de Gustave Flaubert

85. A Letra Escarlate (1850), de Nathaniel Hawthorne

86. Matadouro 5 (1969), de Kurt Vonnegut

87. O Conto da Aia (1985), de Margaret Atwood

88. Charlotte’s Web (1952), de Elwyn Brooks White

89. Native Son (1940), Richard Wright

90. Paraíso Perdido (1667), de John Milton

100 Melhores Livros de 91 à 100
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

91. Gargântua e Pantagruel (1532), de François Rabelais

92. Fausto (1829), de Johann Wolfgang von Goethe

93. Rebecca (1938), de Daphne du Maurier

94. Os Demônios (1871), de Fiódor Dostoiévski

95. As Flores do Mal (1857), de Charles Baudelaire

96. Antígona (442 a.C.), de Sófocles

97. O Monte Cinco, de Paulo Coelho

98. Robinson Crusoe (1719), de Daniel Defoe

99. Seus Olhos Viam Deus (1937), de Zora Neale Hurston

100. Tess Dos D’Urbervilles (1981), de Thomas Hardy